Tourinho quer mudanças no projeto das agências reguladoras

O senador RodolphoTourinho (PFL-BA) alertou nesta quinta-feira (7) para a necessidade de alteração no texto do projeto do governo que disciplina a atuação das agências reguladoras, incluindo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A proposta está em tramitação na Câmara dos Deputados e, segundo afirmou o senador, é fundamental que alguns pontos do texto sejam alterados para facilitar sua aprovação no Congresso. Tourinho quer suprimir o dispositivo sobre os contratos de gestão das agências reguladoras que prevê que o Ministério de Minas e Energia fixará metas a serem atingidas pelas agências. No caso do não cumprimento dessas metas, a agência sofrerá corte orçamentário por parte do governo. Segundo o senador, tal determinação fere o princípio de autonomia das agências, comprometendo suas finalidades.

Outro dispositivo que o senador pretende suprimir diz respeito à criação de uma ouvidoria das agências vinculada à Presidência da República. A seu ver, não há necessidade de um novo órgão institucional para essa atribuição, uma vez que ela, por lei, é desempenhada no âmbito de cada agência, sem subordinar a atribuição a um órgão paralelo.

Tourinho se disse favorável à manutenção no texto de outro ponto considerado polêmico, que se refere à transferência do poder de concessão hoje atribuído às agências para os ministérios. Conforme sustentou, no caso do setor elétrico, somente o Ministério de Minas e Energia poderia determinar a destinação das concessões, atendendo à experiência técnica inerente às suas responsabilidades.

O senador também alertou, em seu discurso, para a falta de cumprimento por parte do governo de acordos firmados no Congresso com os partidos de oposição, objetivando aumentar os investimentos da iniciativa privada no setor elétrico. Segundo ele, o governo não está investindo o que deve, descumprindo também as determinações estabelecidas na lei do novo modelo do sistema.

- Os investimentos do governo caíram pela metade nos últimos 14 anos. Em 80, cerca de R$ 12 bilhões foram aplicados, contra R$ 6 bilhões verificados nos anos 90 e isso afasta a confiança dos investidores particulares - finalizou.

Informação: Sulrádio/ AESP


Rádio AGERT

Exportações de suínos e frangos registram crescimento este ano

O presidente da Associação Brasileira de Proteína Animal, Francisco Turra, analisou o desempenho do setor de proteína animal neste ano tanto no mercado externo como no interno.

FCDL-RS comemora aprovação da MP da Liberdade Econômica e cobra mudanças na Substituição Tributária

O presidente da FCDL-RS, Vitor Koch, considerou extremamente positiva a aprovação da MP da Liberdade Econômia. Ele defendeu mudanças na Substituição Tributária aqui no Estado. 

XXV Semana Estadual da Pessoa com Deficiência aberta no Estado

O secretário da Justiça, Catarina Paladini, destacou que em várias cidades ocorrerão eventos dentro da Semana Estadual da Pessoa com Deficiência. Informou ainda que uma nova proposta de legislação será encaminha ao parlamento sobre o setor.