Política audiovisual - TVs querem evitar que teles façam comunicação social

Esta semana um grupo de 18 pessoas, entre elas os principais executivos e empresários das grandes empresas do setor audiovisual do Brasil, entregou ao Ministério da Cultura uma contra-proposta ao projeto que cria a Ancinav. Nessa contra-proposta, curiosamente, não há nenhuma blindagem contra a entrada das teles no setor audiovisual, o que é um aparente paradoxo, já que esse é o principal medo da Globo, manifestado inclusive publicamente. E a Globo participou da elaboração do contra-projeto.

A explicação extra-oficial para esse paradoxo, vinda de umafonte que participou da elaboração do documento, é a seguinte: legislar sobre a presença das empresas de telecomunicações no mercado audiovisual é, de alguma maneira, legitimar que essas empresas teriam o direito a prestar serviços de comunicação social. As TVs em geral, e a Globo especificamente, entendem que a Constituição não permite a empresas de telecomunicações a exploração da comunicação social. Portanto, o melhor é nem tocar no assunto em lei. Por isso o contra-projeto alternativo entregue ao MinC não fala nada sobre isso. O bombardeio contra a entrada das teles no setor audiovisual deve vir depois, com o argumento da inconstitucionalidade.

Informação: Sulrádio/ Tela Viva News


Rádio AGERT

Exportações de suínos e frangos registram crescimento este ano

O presidente da Associação Brasileira de Proteína Animal, Francisco Turra, analisou o desempenho do setor de proteína animal neste ano tanto no mercado externo como no interno.

FCDL-RS comemora aprovação da MP da Liberdade Econômica e cobra mudanças na Substituição Tributária

O presidente da FCDL-RS, Vitor Koch, considerou extremamente positiva a aprovação da MP da Liberdade Econômia. Ele defendeu mudanças na Substituição Tributária aqui no Estado. 

XXV Semana Estadual da Pessoa com Deficiência aberta no Estado

O secretário da Justiça, Catarina Paladini, destacou que em várias cidades ocorrerão eventos dentro da Semana Estadual da Pessoa com Deficiência. Informou ainda que uma nova proposta de legislação será encaminha ao parlamento sobre o setor.