Vice-presidente da Agert, Pedro de Farias, morre em Porto Alegre

O vice-presidente da Agert - por várias gestões - locutor oficial de diversos debates e entrevistas com autoridades promovidos pela entidade e transmitidos em cadeias para as emissoras associadas, Pedro de Farias, morreu hoje em Porto Alegre, aos 67 anos de idade.

Ele estava internado desde o dia 08 de junho, em decorrência de um Acidente Vascular Cerebral (AVC). O velório ocorrerá a partir das 17 horas, na Câmara Municipal de Osório. A cerimônia de cremação ocorrerá será nesta terça-feira (02/08), às 14 horas, no Crematório Cristo Rei, em São Leopoldo.

Pedro de Farias era diretor da Rádio Osório e sócio de diversas emissoras do interior do Estado. Também ocupava a vice-presidência do Sindicato das Empresas de Rádio e Televisão no Rio Grande do Sul (SindiRádio).

O presidente da Agert, Roberto Cervo Melão, destacou o trabalho realizado por Pedro de Farias em favor da associação. "Ele sempre foi muito atuante na entidade, além de ocupar uma vice-presidência, foi a nossa voz oficial na transmissão dos nossos eventos, bem como sediou a reunião da diretoria de janeiro em Osório".

*Com informações da Rádio Osório.


Rádio AGERT

Programa Avançar no Desenvolvimento Econômico vai oferecer juro zero para pequenos empreendedores no Estado

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Edson Brum, detalhou como vai funcionar o programa que vai disponibilizar R$ 100 milhões em recursos do Estado para o pagamento de juros em operações de crédito disponibilizadas para microempreendedores individuais, microempresas e empresas de pequeno porte. Brum destacou que serão injetados R$ 600 milhões com a iniciativa na economia gaúcha.

Setor de bares e restaurantes ainda enfrenta muitas dificuldades

A presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes no Estado (Abrasel-RS), Maria Fernanda Tartoni, fez um relato do momento econômico por que passa esse segmento um dos mais afetados pela pandemia. Ela acrescentou que as empresas estão muito endividadas e ainda não recuperaram o seu faturamento.

Até 31 de janeiro pode ser paga a primeira parcela do IPVA parcelado em seis vezes

O chefe da Divisão de Arrecadação da Receita Estadual, Eduardo Pfeiffer, detalha como deve ser pago o IPVA 2022 em seis parcelas, sendo que a primeira deve ser quitada até 31 de janeiro.  Ele ressalta que metade do valor arrecadado fica com o município de origem do emplacamento do automóvel.