Relatório Social da AGERT bate novo recorde

Edição de 2017/ano base 2016 contou com a participação de 264 emissoras e registrou mais de 139 milhões de reais em doações

O Relatório Social da Associação Gaúcha de Emissoras de Rádio e Televisão – AGERT a cada ano conta com maior adesão por parte das emissoras. Na sua 13ª edição não foi diferente. Houve novo recorde de participações: 264 emissoras e R$ R$139.655.608,60 em mídia doada para a divulgação de ações sociais. O tema da edição foi "A crise do emprego".

Os resultados foram apresentados nesta quinta-feira (20/07), no Galpão Crioulo, do Palácio Piratini, com a presença do governador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori, e autoridades de diversas entidades gaúchas.

O presidente da AGERT, Roberto Cervo Melão, ressalta que o tema do Relatório deste ano vem ao encontro com os acontecimentos do país e principalmente do Estado. "Além de apresentarmos os valores de mídia doada, é nosso papel também propor o debate de assuntos relevantes do nosso país e, atualmente, nada preocupa mais do que essa crise do emprego", destaca Melão que reforça a satisfação em cada ano aumentar os números do projeto. "Ficamos muito satisfeitos com o avanço dos resultados do Relatório e com a certeza de que ele se firma como referência para entidades coirmãs".

Quando o assunto é ação social, emissoras pequenas, médias ou grandes não se diferenciam, pois o resultado é sempre o mesmo: ajuda comunitária aos que estão em situação mais vulnerável. "O Relatório Social da AGERT espelha o trabalho de responsabilidade social das emissoras de rádio e televisão associadas. Significa reafirmar os valores e compromissos da radiodifusão gaúcha com a construção de uma sociedade justa, transparente e principalmente solidária e pacífica", ressalta a Vice-presidente de capacitação e coordenadora do projeto, Myrna Proença.

Divulgação do Relatório Social da Agert será transmitida pela Rádio Piratini

O Relatório Social da Agert 2017/Ano base 2016 será anunciado nesta quinta-feira (20/07), no Galpão Crioulo do Palácio Piratini, em solenidade com a presença do governador José Ivo Sartori, a diretoria da Agert, e convidados de outros poderes e entidades da sociedade civil.

A Rádio web Piratini estará transmitindo a partir das 8h 45, pelo link: www.rs.gov.br/radiopiratini.

Na coletiva será anunciado o valor total de mídia doada pelas emissoras filiadas a Agert, o número de empresas participantes e os cases que se destacaram.

Frente Parlamentar da Mídia Regional e ABERT pedem que Anatel esclareça situação de emissoras junto à SECOM/PR

Na última terça-feira (27), em encontro com o presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Juarez Quadros, o presidente da Frente Parlamentar da Mídia Regional, deputado Alex Canziani (PTB/PR), informou que por causa da recente alteração do controle da Agência pelo Sistema Mosaico, a Secretaria de Comunicação da Presidência da República (SECOM) passou a considerar não aptas as emissoras autorizadas a funcionar em caráter provisório (que já deram entrada no processo de aprovação de local e equipamentos) e precário (em processo de renovação de outorga). Embora não licenciadas, essas emissoras estão regulares, podendo veicular publicidade de órgãos públicos.

A preocupação das emissoras de rádio e TV sobre uma suposta ausência de licenciamento para operar levou Alex Canziani a pedir uma manifestação oficial da Anatel sobre a comprovação de regularidade dessas emissoras.

A SECOM consulta a Anatel para certificar a regularidade das emissoras de radiodifusão antes de autorizar a veiculação de mensagens publicitárias no âmbito do governo federal, como, por exemplo, da Caixa, Banco do Brasil e Petrobrás.

Também presente à reunião, o diretor geral da ABERT, Luis Roberto Antonik, pediu a urgente atualização da base de dados do Mosaico. Ele explicou que há alguns dias, centenas de emissoras de radiodifusão de todo o país foram notificadas pelo Núcleo de Mídia da SECOM, que usa o Sistema Mosaico para verificação da regularidade das emissoras, baseado exclusivamente na comprovação do licenciamento da emissora. Antonik afirmou ainda que a ABERT já encaminhou solicitação para que a SECOM utilize outros dados do sistema para aferição da situação regular das emissoras. Essa proposta é também referendada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovaçõers e Comunicações (MCTIC), em resposta à consulta formulada pela ABERT.

"A esmagadora maioria das emissoras está funcionando de forma regular, de acordo com a legislação vigente que, inclusive, permite, em certos casos, o seu funcionamento sem o licenciamento da sua estação", disse Antonik.

Juarez Quadros informou que a Anatel irá se manifestar publicamente sobre o assunto.

Fonte: Abert

NOTA

A Agert, neste momento, em que as chuvas intermitentes estão dificultando sobremaneira o trabalho de nossas associadas, algumas, inclusive, obrigando-se ao desligamento em virtude do alagamento dos seus transmissores ou das constantes falta de energia elétrica, sofrendo prejuízos financeiros consideráveis, vem pela presente nota prestar sua irrestrita solidariedade, colocando-se mais uma vez ao lado das emissoras de rádio e televisão do Rio Grande do Sul, que já vem sofrendo os danos resultados do momento econômico nacional, e reafirmamos nossa total confiança na capacidade de superação do nosso segmento fundamental ao desenvolvimento socioeconômico do nosso Estado.

Recebam todos meu abraço fraterno e o compromisso de continuar trabalhando incansavelmente em benefício do associado da nossa Agert.

Roberto Cervo Melão

Presidente

Seminário de Interiorização da Agert em Santa Rosa

A Agert realiza no dia 22 de junho, quinta-feira, a partir das 14h na Associação Comercial, Industrial, Serviços e Agropecuária de Santa Rosa (Acisap), Seminário de Interiorização Agert, reunindo radiodifusores de toda a região.

O evento terá a seguinte programação:

14h: Abertura com a presença do presidente da Agert, Roberto Cervo Melão; e o prefeito da cidade, Alcides Vicini.

14h15 – O diretor da Agert, Marcos Piccoli, abordará a necessidade de informações comerciais corretas e transparentes, como forma de o radiodifusor estar atento às oportunidades e mudanças drásticas que a comunicação tem sofrido nos últimos dois anos.

15h – Palestra do empresário Moacir Locatelli sobre Energias Renováveis.

15h45 – Coffee Break

16h - Palestra de Luciano Costa Hoerbe - Gerente de Soluções Integradas da RBS Rádio e Diretor de Marketing da Agert, abordando o tema "Somos Apenas Rádio?", com enfoque relativo ao comportamento de consumo, perfil profissional e como gerir o negócio hoje.

16h45 – Reforma Trabalhista, com o presidente do SindiRádio, Ary dos Santos.

17h – Palestra do Engenheiro da Abert, André Cintra sobre Migração do AM e FM e esclarecimentos do Presidente da Agert, Roberto Cervo Melão sobre a migração do AM para o FM, Relatório Social e Congresso da Agert.

17h 45 – Encerramento

A Associação Comercial de Santa Rosa fica localizada na Rua Dr. João Dahme, 328.

Confirmações de presença pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ou pelo telefone; (51) 3212-2200.

Migração AM/FM: Ministério abre prazo para emissão de boletos vencidos

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) publicou na quinta-feira (1º) a Portaria nº 3.071/2017, com as regras para o pagamento de boletos vencidos relativos ao valor da adaptação da outorga dos serviços de AM para FM, bem como para a prorrogação do pagamento.

Para os boletos vencidos até 1º de junho, as emissoras que não pagaram o preço público da migração poderão solicitar uma nova emissão de boleto, desde que o pedido seja apresentado no prazo de até 30 dias contados da data de publicação da Portaria, ou seja, até 30 de junho de 2017.

No caso de boletos que ainda não venceram, as emissoras poderão requerer a prorrogação do prazo de pagamento por mais 90 dias, mediante apresentação de requerimento com as devidas justificativas.

Nos dois casos, para a quitação do débito, o novo boleto terá o valor corrigido pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo - IPCA.

As emissoras que não efetuarem os pagamentos dentro dos prazos previstos serão deslocadas para o lote residual, como previsto na Portaria n.º 6.467/2015.

Fonte: Abert

33 rádios assinam contrato de migração no Palácio Piratini

Mais 33 rádios AM iniciam, a partir desta segunda-feira (8), o processo de migração para a frequência FM, em busca da melhoria da qualidade de sinal de suas programações e incremento das audiências. Os termos aditivos que autorizam a mudança foram assinados, no Palácio Piratini, pelo governador José Ivo Sartori, ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, e os presidentes da Abert, Paulo Tonet Camargo e da Agert, Roberto Cervo Melão.

Para o ministro Gilberto Kassab, esta é uma nova fase da radiodifusão. "É uma nova fase de transformação de dezenas de radiodifusoras e que estamos concretizando aqui no Rio Grande do Sul. Das 10 mil de todo país, 1.700 aproximadamente já estão habilitadas e gradualmente estamos fazendo essas homologações", explicou.

De acordo com o governador, o processo de mudança em busca de mais qualidade para os ouvintes é "um imperativo de que um novo tempo chegou. O rádio é a mais íntima plataforma de comunicação. Com a mudança, as emissoras serão modernizadas. Assim como a Agert está fazendo essa travessia, estamos construindo um novo Estado, mais moderno, eficiente e voltado às pessoas. Nada muda sem uma visão de futuro", assegurou Sartori.

Segundo a Agert, a abrangência do AM já não é a mesma e está perdendo aderência. Para o presidente, Roberto Cervo (Melão), este é um novo momento para o rádio gaúcho e que também é de agradecimento ao governador pelo seu empenho. "A palavra credibilidade é a marca de seu governo. Queremos, portanto, neste dia dizer que acreditamos em um novo momento, pois trabalho, perseverança, garra e amor ao Rio Grande nunca lhe faltaram e é por isso que tens o nosso apoio", disse, ao entregar a Sartori o Troféu Agert. O ministro das Comunicações também foi agraciado com o troféu mérito radiodifusão Agert

Em anexo, a relação das emissoras que migraram.

Fonte: Palácio Piratini

Attachments:
Download this file (relacao.xlsx)relacao.xlsx

Ministro Gilberto Kassab assina contratos de migração do AM para o FM no Estado nesta segunda-feira (08/05)

O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Gilberto Kassab, participa nesta segunda-feira, dia 08 de maio, às 14 horas, no Salão Negrinho do Pastoreio, do Palácio Piratini, de solenidade de assinatura de contratos de migração de rádios gaúchas do AM para o FM. A visita de Kassab ao Rio Grande do Sul faz parte da meta de finalizar ainda em 2017 a primeira etapa da migração do rádio AM para o FM.

Conforme o presidente da Agert, Roberto Cervo Melão, mais uma fase do processo de migração será cumprida. "Estamos nessa luta já há alguns anos. Com muito empenho estamos avançando nessa importante etapa para a modernização do rádio", observou.