Agert prorroga o mandado da atual diretoria até 2023

assembleia agert 3

Os associados da Associação Gaúcha de Emissoras de Rádio e Televisão (Agert) reunidos em assembleia virtual decidiram prorrogar até 2023, o mandato, da atual diretoria liderada pelo presidente Roberto Cervo Melão, em consequência da pandemia da covid-19.

Também foi aprovada a realização do Congresso Gaúcho de Rádio e Televisão em 2023, bem como as contas da diretoria na última gestão, conforme parecer favorável do Conselho Fiscal da entidade.

Em sua manifestação, Melão destacou que o trabalho que a entidade faz principalmente em favor das pequenas emissoras que não tem uma estrutura jurídica para enfrentar as exigências que o radiodifusor precisa cumprir, bem como em reivindicar seus direitos em órgãos do governo Federal como a Anatel e o Ministério das Comunicações.

O presidente da Agert disse que o sucesso da entidade se deve ao trabalho em grupo. "Temos uma diretoria unida que trabalha em conjunto pelo crescimento da radiodifusão gaúcha", observou.

Quanto ao Congresso da Agert, que estava previsto para ocorrer no final de outubro de 2021 e foi prorrogado para o mesmo mês em 2023, Melão afirmou que neste ano era praticamente impossível conseguir patrocínios para fazer um evento com a qualidade que os associados estão acostumados. "Esperamos em 2023, com a situação sanitária resolvida, poder realizar um Congresso de alto nível e com palestrantes de primeira linha", finalizou.