Cuidados com a cobertura da Copa do Mundo de 2014 em destaque no 21º Congresso

O assunto de maior destaque durante a explanação de Rodrigo Farina Mello, gerente de Serviços e Comércio do Sebrae, foi os radiodifusores precisam ter na comercialização da cobertura jornalística da Copa do Mundo de 2014. Segundo ele, o principal risco está associado à utilização da marca, registrada pela FIFA. Mello explicou que as emissoras não podem utilizar os itens registrados pela Federação, em espaços publicitários.

Combate a Rádios Piratas foi DESTAQUE na Comissão de Ciência e Tecnologia

A Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT) encerra 2009 com um saldo positivo de atividades. Entre as matérias aprovadas no ano está a que estabelece penalidade a quem contratar espaço publicitário em emissora de radiodifusão que opera ilegalmente, a chamada rádio pirata (PLS 468/09).

Os senadores também aprovaram projeto determinando que autorizações para a exploração de serviço de radiodifusão comunitária sejam outorgadas exclusivamente a entidades constituídas há pelo menos dois anos (PLS 260/09) e proposta que explicita a aplicação das normas de propaganda eleitoral às rádios comunitárias (PLS 212/09).

Fonte: Agência Senado