Convênio ABERT e ECAD: novas ações e resultados

Prezado Radiodifusor,

Dando prosseguimento às negociações com o ECAD, informo que, desde o ano passado, realizamos uma série de ações com vistas a reduzir o custo da precificação autoral, sobretudo por força da grave crise sanitária que assola o nosso país.

Ainda em 2020, obtivemos um desconto extraordinário de 40% sobre a tabela autoral durante 5 meses seguidos, entre abril e agosto, considerados os mais críticos.

Paralelamente, constituímos um grupo de trabalho, de funcionamento permanente, liderado pelo vice-presidente Roberto Melão e assessorado pelo diretor-geral Cristiano Flores, que já realizou inúmeras reuniões com o ECAD.

Como resultado destes encontros, gostaria de compartilhar algumas das novas ações já concretizadas, em parceria com o ECAD. São elas:

a) Correção monetária: Exclusão da correção monetária do convênio ABERT/ECAD em dezembro de 2020;

b) Rádios jornalísticas: Revisão da tabela para as rádios jornalísticas, com a redução permanente do percentual de cobrança de 25% para 10%. Essa medida já valerá para os boletos de março;

c) Plano de regularização de débitos: Aprovação do plano de regularização de débitos, com a concessão dos seguintes descontos diferenciados a partir deste mês de março:

Daremos continuidade aos trabalhos e, assim que obtivermos novos avanços, informaremos a todos.

Em caso de dúvidas, o departamento jurídico da ABERT está à disposição pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. e pelo telefone (61) 2104.4604.

A ABERT, mais uma vez, reforça o seu compromisso com a radiodifusão brasileira e agradece ao ECAD pela parceria.

Flávio Lara Resende

Presidente da ABERT

Boletos para pagamento de Taxa de Fiscalização de Funcionamento e CFRP devem ser gerados pela internet e pagos até 31 de março

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) informa aos outorgados de serviços de telecomunicações que as guias de recolhimento para pagamento da Taxa de Fiscalização de Funcionamento (TFF) e de Contribuição para o Fomento da Radiodifusão Pública (CFRP), com vencimento em 31 de março de 2021, já se encontram disponíveis para emissão no portal da Agência, no endereço https://sistemas.anatel.gov.br/Boleto.

Nesse mesmo link, a Anatel disponibiliza – além das informações necessárias para acesso ao sistema e aos boletos – o Manual de Cadastro e Acesso ao Sistema Boleto, um tutorial com instruções detalhadas para a geração da Guia de Recolhimento da União (GRU).

A Anatel não envia boletos bancários para pagamento da TFF e CFRP por correspondência física ou eletrônica, cabendo aos outorgados procederem à retirada das guias pelo portal da Agência na internet.

O pagamento pode ser realizado nos canais disponibilizados pela rede bancária (caixas eletrônicos, internet banking e correspondentes bancários). Cabe lembrar que não é possível efetuar pagamento por meio de DARF ou guias emitidas no portal da Secretaria do Tesouro Nacional, apenas aqueles emitidos pelo sistema da Agência.

Dúvidas e esclarecimentos podem ser demandados pelo portal da Anatel, pelo aplicativo Anatel Consumidor – disponível para os sistemas Android e iOS –, ou, ainda, pela Central de Atendimento da Agência (1331).

Fonte: Anatel

Agert homenageia o Dia da Mulher

A Associação Gaúcha de Emissoras de Rádio e Televisão (Agert) saúda a passagem do Dia da Mulher. No nosso segmento de atuação, rádio e televisão, as mulheres desempenham um papel fundamental atuando no comando das empresas, apresentando programas, comando o departamento de jornalismo, liderando as áreas comercial e administrativa.

Roberto Cervo Melão

Presidente da Agert

Movimento Unidos pela Vacina chega ao Rio Grande do Sul

Ao desembarcar no Estado, iniciativa vai priorizar levantamento dos gargalos locais para dar ritmo à imunização

O movimento Unidos pela Vacina a partir de agora começa a contar com uma articulação no Rio Grande do Sul. Com o propósito de acelerar o processo de vacinação de todos os brasileiros contra o coronavírus, a iniciativa foi idealizada pelo Grupo Mulheres do Brasil, presidido pela empresária Luiza Trajano, e reuniu inicialmente empresários do país como Walter Schalka, do grupo Suzano, Paulo Kakinoff, da Gol, José Carlos Brega, da Whirlpool, Eduardo Sirotsky Melzer, da EB Capital, Betânia Tanure, da BTA, entre outros.

O foco principal é identificar gargalos no país, nos Estados e em cada um dos municípios do Brasil que possam atrasar a vacinação, como problemas de logística, transporte e armazenamento da vacina, contribuindo com o Programa Nacional de Imunização, liderado pelo governo federal. Além disso, o Unidos pela Vacina se propõe a organizar uma rede de apoiadores que contribua para mitigar esses obstáculos. Ou seja, construir as pontes entre a sociedade civil e o poder público, acelerando o processo de vacinação no país.

Nas últimas semanas, o movimento passou a ganhar muitos apoiadores e, por isso, adotou um modelo de regionalização nos Estados. Com o objetivo prioritário de acelerar o processo de diagnóstico e conexão dos doadores, essa frente se inicia no Rio Grande do Sul convidando a Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs), o Instituto Cultural Floresta (ICF) e a Associação Gaúcha de Emissoras de Rádio e Televisão (Agert) a participar e já conta com o apoio das voluntários locais do Mulheres do Brasil e de empresários e executivos como Nelson Sirotsky e Claudio Toigo Filho, do Grupo RBS, Mariela Silveira, do Kurotel, e Leonardo Fração, presidente do ICF, que estiveram presentes em reunião na tarde desta sexta-feira (5), que marcou o início oficial das atividades no RS.

NOTA DE PESAR

A Agert comunica o falecimento nesta quarta-feira (17/02), de Antônio Luis Piccoli, um dos fundadores do Grupo RSCOM, com emissoras de rádio em diversas cidades da Serra Gaúcha e na Itália.

Em sua trajetória profissional, Antônio também foi professor de Jornalismo da PUC/RS, na capital do Estado, e diretor do Sesc em Bento Gonçalves e Santa Maria.

Antônio deixa além da esposa Maristela e a filha Giuliana, os irmãos Carlos, Beatriz e Silvana e a mãe, Dona Assunta.

Ainda não temos informações sobre os atos fúnebres.

Atenciosamente,

Roberto Cervo Melão

Presidente da Agert

Nova diretoria do Sindicato das Empresas de Rádio e TV do RS toma posse

IMG 0414

O SindiRádio - Sindicato das Empresas de Rádio e TV do Rio Grande do Sul - tem nova diretoria para o triênio 2021-2024. Em cerimônia reservada na tarde de quarta-feira (27), a então presidente Christina Gadret passou o cargo para Roberto Cervo Melão, que também preside a Associação Gaúcha de Emissoras de Rádio e Televisão (Agert) e é vice-presidente da Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e TV (ABERT).

Christina Gadret foi a primeira mulher e a mais jovem presidente a assumir o comando do Sindicato, em 2018, e afirmou em seu discurso que, ao assumir o SindiRádio, não imaginava que seria um mandato tão intenso. "Logo no início tivemos que adequar nossas negociações coletivas à Reforma Trabalhista de 2017, bem como às mudanças na Lei dos Radialistas, em 2018. E fizemos todas as negociações de forma muito assertiva. Tivemos depois a greve dos caminhoneiros, que paralisou a economia em 2019, um baque para o setor empresarial. E, depois, em 2020, veio a pandemia, que ainda estamos vivendo. Todas essas situações fizeram com que o nosso Sindicato tivesse uma importância ainda maior, e agora posso dizer que fizemos um ótimo trabalho e ele não poderia ter sido feito de forma tão assertiva se não em conjunto com a nossa diretoria", afirmou. Christina ainda agradeceu pela confiança das 331 empresas de Rádio e de TV de todo o Rio Grande do Sul que são representadas pela entidade.

O novo presidente do SindiRádio, Roberto Cervo Melão, elogiou a gestão de Christina Gadret à frente do Sindicato e falou da sua paixão pela radiodifusão. "Nós somos apaixonados por aquilo que fazemos e é por isso que as coisas andam e acontecem, é por isso que somos respeitados. A nossa credibilidade é imbatível e não vem pelo acaso, vem pelo trabalho", afirmou. Melão também falou diretamente para a diretoria, parceiros do SindiRádio e aos ex-presidentes, em especial Ary Florêncio Cauduro dos Santos, que estava prestigiando o evento, além de expressar sua preocupação com as emissoras de Rádio e TV em decorrência da pandemia. "Então, meu amigos, com o SindiRádio, que nas mãos do Ary foi brilhante e na forma guerreira da Christina, quero continuar aprendendo", ressaltou.

Roberto Cervo Melão assume a presidência do SindiRádio com a experiência adquirida em anos de atuação no setor da radiodifusão, além de sua larga visão do setor, com grande representatividade frente às autoridades do poder Executivo, Legislativo e Judiciário, bem como no meio empresarial. Fica assim, então, constituída a nova diretoria para o triênio 2021-2024:

Roberto Cervo Melão – Presidente

Rafael Gadret – Vice-Presidente Administrativo

Sérgio A. Mallmann – Vice-Presidente Institucional

Antônio Alberto Lucca – Vice-Presidente de Desenvolvimento e Gestão

Aurélio Lemos Clasen – Secretário

Edison Lopes de Bem – Tesoureiro

Gabriel Roberto Casara - Suplente Diretoria

Miguel Puretz Neto - Suplente Diretoria

Renato Gatti de Albuquerque - Suplente Diretoria

Edgar Marques Martinez - Suplente Diretoria

Kamal Zuheir Badra - Conselho Fiscal

Lauri Brietzke - Conselho Fiscal

Carlos Reinaldo C. Fonseca - Conselho Fiscal

André Luís Jungblut - Suplente Conselho Fiscal

Verdi Ubiratan de Moura - Suplente Conselho Fiscal

Itamar Jacob Belin - Suplente Conselho Fiscal

Representantes Efetivos Perante Entidades Superiores: Gabriel Roberto Casara (Setor de Televisão), Leonardo Meneghetti (Suplente Setor de Televisão), Roberto Cervo (Setor de Rádio) e Luís Fernando Santos Cardoso (Suplente Setor de Rádio).

Fonte: Vanessa Fontoura - Camejo Estratégias em Comunicação 

Foto: Crédito: Neitor Corrêa